domingo, 19 de abril de 2009

nos últimos tempos

ando a ter maravilhamentos
por coisas e pessoas
há tanto do mundo no mundo
que me sobra no olhar
sempre um brotamento
de instante
com gosto de saudade que nem sei

16 comentários:

Mary disse...

adorei essa foto nova =~

e vc sempre tão doce

beijos

Amanda Cecilia disse...

Estes instantes gratuitos costumo compará-los a pequenos milagres... são tão simples, é preciso ter olhos provilegiados para percebê-los...
Gosto muito de pisar este chão!

Susanna disse...

É isso, Paulo! Tenho sentido isso também... E você pos em palavras, de modo magistral, o que eu não consegui expressar!

Amei esse texto, menino.

Beijos!
Obrigada por passar pelo Palavra Sus-pensa.

Luciana Brito disse...

Esses maravilhamentos são um lado bonito e leve da vida que quando chegam aos nosso olhar, provocam uma sensação assim não sei de quê... talvez saudade, felicidade!

*-*

Versinhos tocantes, como sempre!! Adoro!


Beijos pra tu!! ^^

marcella rarumi disse...

eu tenho uma lembrança desses maravilhamentos aí. e andei a pensar sobre noutro dia.

(e sobre as artes: sabe que eu sempre te achei um artista e muito caridoso?! acho até que você não deixaria que sua amiguinha aqui permanecesse com a casa tão pelada!)

Nadja disse...

Você é um fofo...

rs


bjosss

Filipe Garcia disse...

É a saudade que deixa esse gosto de coisa inacabada. É ela que transforma o cheiro-cor-lembrança.

Bonitos versos.

Maria disse...

Veja só, também ando tendo estes maravilhamentos! Vamos ter juntos? Fica por perto =D

Palavras lindas por aqui ^^

Beijos doces

Izabela disse...

Maravilhamentos que se tornam tão majestosos. Encantam e penetram dentro de nós.

Um beijo, querido!

Ana Paula disse...

que coisa bonita...=)
Eu gosto é de ver, os sentimentos do mundo, as belezas do mundo...^^

Dani Santos disse...

... há tanta grandeza no instante. nesses pequenos grandes mundos que teus olhos vêem. Há tanta beleza em ti, Paulo.

abraço e nuvens pra ti.

Dani Santos disse...

... sentindo tua falta.

Pedro Antônio disse...

Linda imagem do cabeçalho!

Maravilhoso poema! A vida é mesmo repleta de encantamentos. Basta querer enxergá-los.

Abração!

Pedro Antônio - A TORRE MÁGICA - www.atorremagica.blogspot.com

Cαmilα ♥ disse...

Sempre sinta saudades, mas nao sei ao certo de que.

BeijOs

Jaya disse...

Saudade, eu sou. E o gosto sabe ser doce. E ácido.

Mas o dela, em si, divido o não saber contigo.

Saio daqui com os versos, presos.

Beijo, Paulo.

Thiago disse...

coisas demasiadas perfeitas para este mundo, não?