sexta-feira, 17 de agosto de 2007

eu sei

que a vida é breve, eu sei
que teus versos são moradas
também sei
sei também que quando me olhas
com todos os teus olhos
me diz sempre o exato
a medida certa
e que quando me abraça
são tantos braços que cobrem
que a noite fria nem percebo
e ainda sei que teu sorriso
combina com o meu
e que são sempre mais bonitos
quando juntos estamos
e além de tudo, ainda sei
que quando está ausente
muito do mundo se desfaz
se perde numa saudade
de uma linha do tempo
de um vento que passou
e eu nem vi

11 comentários:

CH disse...

Bom saber do seu retorno a essas paragens, amigo Paulo!
Retorno, diga-se de passagem, em grande estilo, já que o poema deixado aqui em muito nos recompensa.
Porque são belos versos...
Abraço do
Carlos

Camila Lemos Barata disse...

Muito lindo.

Muito lindo...

Subsenso disse...

"Estar apaixonado..é tentar pintar as pás de um ventilador..ligado"


muito lindo oq tu escreves.gostei bastante!

marcella rarumi disse...

eu sei que você abandonou isso aqui e tá me dando raivinha!

Lua Durand disse...

sempre lindo, tudo o que leio aqui.

beijos e despedida.

au revoir

Jeniffer Santos disse...

e de onde vem a inspiração?

xD


*telha nova no telhado!

bjo!

Menino G disse...

Bonito: é só o que posso dizer quando tudo me parece feio.

Vieira Calado disse...

"os teus versos são moradas" é uma bela imagem.
Bom resto de semana.

BABI SOLER disse...

Muito lindo o que você escreve.

marcella rarumi disse...

que bom que gostou, pew sumido!
sabe que sua opinião é mais que importante, né? eu sei que sabe! uahsuahsa

saudade!

Marina Morena disse...

Eu sei que tá na hora de atualizar... =P

Tudo lindo por aqui! :)

Beijos!