sexta-feira, 6 de março de 2009

do sentimento do mundo

hoje me senti plataforma
trampolim para o próximo salto
pessoas vem e vão
encontram segurança
olham para os lados e depois saltam
se despedem
seguem suas ruas e mundos
de quando em vez um olhar para trás
mas é tarde, já é noite
e a vida que pede, exige
se faz presença na falta

e eu só a observar

6 comentários:

Dani Santos disse...

... de quando em vez tenho que buscar refúgio nos meus silêncios para explicar o que nem mesmo. sei. para as coisas que passam por meus olhos e ainda assim dificil compreende-las. devo buscar caminhos outros para chegar a alcança-las.

... vou cultivando a cinza das horas por cá...


abraços sempre

:: rita :: disse...

. paulooo! o/

Madalena disse...

Eu também.

Abraços retribuídos.

Luciana Brito disse...

Oi Paulo =]

As pessoas atravessam nossa vida, levam e deixam um pouco. Às vezes passam e por um acaso não voltam mais... bate saudade, mas já é tarde, restam lembranças.


Adorei as palavras...

Beijo.

Ps. Te linkei ^^

Carla Taiane disse...

xD

bjos...

acho que fizemos as pazes novamente eu e elas...

as palavras...

\o/

Nadja disse...

Esse poema é muito bom!


Diz muito! muito mesmo...



bjoss


:)