sábado, 21 de fevereiro de 2009

é bem lá, nas coisas tantas do momento
que o segundo insiste percorrer sem voz
que aprecio cada leve musicar de asa
onde a sinceridade dos sorrisos aparecem
como folhas ao vento, como abraços de mar

4 comentários:

Nadja disse...

Muito bom!


Gostei daqui,deste cantinho...


Você tem poesia!


rs

bjo

cherry disse...

são nessas coisas "tão pequenas" que estão as mais cmpletas!

Michelle Dangeli disse...

O valor das pequenas coisas...

Dani Santos disse...

Lá, onde o mundo se faz grande, onde o mundo se faz pequeno. onde viver se faz intenso. onde as cores se pintam de sorrisos bonitos.onde o arco-íris é. onde se nasce pra abraços. onde o tempo se faz, onde as flores são mais...
beijos a ti...