sábado, 7 de fevereiro de 2009

casa

na presença de uma ausência
a saudade se faz
e ela tem a cor do dia que foi
da rua que esperou
da espera que ficou

é a casa do amor

4 comentários:

Thyago David. disse...

que tenha sido um dia azul,
uma espera bonita :)

Abraço.

:: rita :: disse...

. minha casa do amor ta precisando de um jardineiro!
.
.
.
ha tanta beleza em seus textos!

Dani Santos disse...

... espera enfeitada de cores bonitas... tingidas de silêncio que é encontro, de si e de quem chega... esperas... para decifrar mundos tantos... para descobrir sorrisos escondidos, olhares iluminados de sol e de flor. esperas... como o tempo que sempre já... como a hora de despertar para o que sempre...esteve a esperar... para descobrir este infinito que há.

"Até que cheguemos a possuir o que nos possui."

te adoro tanto...

palavras sempre lindas a enfeitar mundos daqui...

bia disse...

lindooooo d+!!!
farei um post com suas palavras ta?!
um bjo!
=*