sexta-feira, 22 de junho de 2007

de sol em sol

de sol em sol faço meus dias
dias claros lembram
que a vida pode e deve ser
aquele sentir gostoso
de desejos bons
que completam
cada segundo de ausência
e saudade tanta

2 comentários:

Tanara disse...

De sol em sol a gente pula fora do escuro,

{beijo, beijo}

diovvani mendonça disse...

Um poema solar. AbraçoDasMinas